Caldeiras a Lenha

As caldeiras Engeman atingiram um novo patamar em qualidade, eficiência e segurança. Construídas sob a norma técnica norte-americana, ASME, com matérias-primas de elevado padrão, e rígido controle de qualidade, as caldeiras Engeman podem produzir de 1 a 35 Ton/h de vapor saturado, a pressões de até 21 kgf/cm2, para as mais diversas aplicações.

As caldeiras Engecal podem ser configuradas para queimar lenha em toras, cavaco de madeira, serragem e outros tipos de biomassa como palha de café, palha de arroz, sabugo de milho, etc.

A caldeira VULCANO é um novo projeto de menor custo, maior economia, mais compacto, que veio revolucionar o mercado de caldeiras com produção de até 8 ton/h com grelha fixa ou móvel. As caldeiras MIHAFE continuam como opção de um equipamento robusto e confiável, em função dos vários anos sendo fabricadas e de constantes aperfeiçoamentos implementados.

Cada projeto é customizado, e a empresa oferece uma gama de acessórios desenvolvidos para atender às necessidades específicas de cada cliente.

CARACTERÍSTICAS

  • Caldeira mista para queima de biomassa com grelha fixa ou móvel
  • Geração de Vapor saturado
  • Capacidade de 1 a 35 Ton/h
  • Pressão de até 21 kgf/cm²

VANTAGENS

  • Rendimento térmico entre 82 e 88%
  • Baixo consumo de combustível
  • Baixa emissão de poluentes
  • Custo de instalação reduzido
  • Facilidade de operação e manutenção
  • Automação de produção

PROJETOS EXECUTADOS

CALDEIRA VULCANO

ModeloProdução de vapor (kg/h)PressãoConsumo de cavaco* (kg/h)Consumo de Lenha*
VULCANO GF 1.0100010268
VULCANO GF 1.2120010321
VULCANO GF 1.6160010428
VULCANO GF 2.0200010535
VULCANO GF 2.5250010669
VULCANO GF 3.0300010803
VULCANO GF 4.04000101070
VULCANO GF 5.05000101338
VULCANO GF 6.06000101605
VULCANO GF 8.08000102140
VULCANO GM 3.0300010803
VULCANO GM 4.04000101070
VULCANO GM 5.05000101338
VULCANO GM 6.06000101605
VULCANO GM 8.08000102140

Modelo compacto permitindo redução do custo de instalação de obras civis e coberturas metálicas.
Combustível: lenha em toras ou biomassa.

CALDEIRA MIHAFE

ModeloProdução de vapor (kg/h)PressãoConsumo de Lenha*
MIHAFE 1.0100010268
MIHAFE 1.2120010321
MIHAFE 1.6160010428
MIHAFE 2.0200010535
MIHAFE 2.5250010669
MIHAFE 3.0300010803
MIHAFE 4.04000101070
MIHAFE 5.05000101338
MIHAFE 6.06000101605
MIHAFE 8.08000102140
MIHAFE 10.010000102675
MIHAFE 12.012000123210
MIHAFE 15.015000124013
MIHAFE 20.020000125351
MIHAFE 25.025000126688
MIHAFE 30.030000128026
MIHAFE 35.035000129364

Lenha com poder calorífico de 2890 kcal/kg e umidade de 35%.
Combustível: lenha em toras.

TROCADORES DE CALOR

Com aplicações em diversos processos industriais e de secagem, é peça fundamental para um processo de secagem limpo, rápido e seguro.

Com alto grau de precisão, é utilizado, por exemplo, na secagem de café, soja, milho, feijão, algodão, cacau, castanha do Pará, arroz, etc.

Suas características principais são:

  • Utilizado no aquecimento do ar, para secagem de grãos e sementes em geral;
  • Projetos customizados, de acordo com a aplicação, o processo envolvido e sua demanda energética (kcal/Kg);
  • Fabricação em tubos de aço-carbono DIN 2458;
  • Aletas helicoidais semi corrugadas em aço SAE 1008.

ACESSÓRIOS

Atender à legislação ambiental e segurança contra incêndios são preocupações constantes da Engeman. Por isso desenvolvemos o Multiciclone, atendendo à resolução do CONAMA 382/2006. Demais normas também podem ser atendidas de acordo com o projeto.

Os filtros tipo multiciclone são a solução para equipamentos operados em zonas rurais e nas proximidades de zonas urbanas, reduzindo emissão de material particulado para o meio ambiente, e retenção de fagulhas na chaminé.

Equipamento destinado à automação da alimentação de lenhas em tora em caldeiras à lenha. Este acessório permite redução de custos, redução de acidentes de trabalho, homogeneização da produção de vapor e redução de mão do obra no abastecimento de lenha.

Seu funcionamento consiste no uso de esteiras mecânicas, e porta automática com guilhotina, que serão acionadas automaticamente de acordo com a pressão e produção de vapor da caldeira.

Um bom controle de temperatura em secadores de grão traz vantagens como homogeneização de secagem durante o dia e a noite, redução de consumo de combustível e emissão de relatórios gerenciais para o processo de secagem por lotes.

Consiste na instalação de válvulas de controle de vazão de vapor na rede de vapor, e sensores e controladores de temperatura no secador.

Pensando sempre na segurança, qualidade e economia, desenvolvemos a automação necessária para o processo de geração de vapor. A automação compreende a alimentação de combustível, de água, o controle da produção de vapor e segurança contra falhas.

Um bom sistema de automação permite controles como produção de vapor, rendimento térmico, pressão de trabalho, custo de vapor, etc., durante todos os turnos de produção. Desta forma, pode-se avaliar o bom desempenho de caldeiras a biomassa, bem como gerar relatórios mensais para controle gerencial.